De Fadas, Feiticeiras, Ciganas é o sangue que me nutre...

De Fadas, Feiticeiras, Ciganas é o sangue que me nutre...

sábado, 8 de maio de 2010

Filme: Latcho Drom

Latcho Drom, significa "estrada segura" no dialeto cigano.
Esse eu recomendo! Um documentário audio visual musical emocionante para todos aqueles apaixonados e identificados com a cultura cigana.

"O diretor Tony Gatlif nasceu na Argélia, em 10 de setembro de 1948. Filho de pais franceses, Michel Dahamani – seu nome verdadeiro – é descendente de ciganos romenos, povo sobre o qual pautou a maioria de seus 16 filmes (ele não apenas os dirige e os escreve, como também é o responsável pela trilha musical).
O nomadismo de Tony Gatlif, a postura de se transformar em estrangeiro a fim de se identificar com aqueles que não têm vez nas representações caricaturais do cinema homogeneizante – desempregados, árabes, ciganos, pobres, mulheres, idosos, imigrantes – alcança o ápice no extraordinário Latcho Drom, mistura de documentário e musical, em que o diretor faz da própria câmera personagem principal do filme, uma vez que é a sua presença que garante a existência (e a resistência) do povo e da cultura cigana para os espectadores. Assim, Latcho Drom assume a forma de viagem que, durante um ano, do verão ao outono e do inverno à primavera, acompanha diversos grupos nômades, desde a Índia até a Espanha, passando pela Turquia, Romênia, Hungria, República Tcheca, Alemanha e França, relembrando o massacre nazista que dizimou milhares de ciganos nos campos de concentração e finalmente denunciando/exorcizando os crimes e preconceitos sofridos ao longo dos séculos. Por intermédio de rituais coletivos – que valem não pela codificação que instituem, mas sim pelo reunir de pessoas a fim de compartilhar experiências individuais com a comunidade –, os quais se manifestam na música e na dança, Gatlif, com fé e alegria juvenis, acaba por celebrar a vida, que explode em cores, ritmos, movimentos e energia contagiantes. Em cinema, enfim."
(Resenha escrita por Paulo Ricardo de Almeida)
Desconheço versões traduzidas ou legendadas para o português (brasileiro), mas vale a pena conferir.
Share |

10 comentários:

  1. Oi, Andréa!
    assisti uns fragmentos desse filme no youtube e gostaria muito de ver o filme todo... vc sabe onde posso encontrá-lo?

    abraço,
    Giuliana Maria.

    ResponderExcluir
  2. Olá Giuliana!
    Vc não deixou seu e-mail para contato. Aqui no Brasil é difícil encontrá-lo em lojas físicas, mas vc encontra facilmente em sites de filmes importados, como o "Amazon.com". Eu tb tenho esse filme, se quiser, posso te mandar uma cópia. Me escreva: andrea.mlisboa@gmail.com
    bjs!!!!! Andréa.

    ResponderExcluir
  3. Oi Andréa, estou louca para assistir este filme. Pode me mandar uma cópia?
    marinavinhal@hotmail.com
    Obrigada, bjo
    Marina

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns Andréa pela iniciativa, adoraria ter uma cópia desse filme, será que vc pode me enviar??

    fatimasantagata@gmail.com Manaus- AM

    ResponderExcluir
  6. Andrea procuro desesperada por este filme. Te enviei email solicitando a compra. Por favor me socorre. linda@danceonline.com.br

    ResponderExcluir
  7. olá Andrea! Tenho a trilha desse filme. se tiver interesse me fl!

    Patrícia - Tryccia (yahoo)

    ResponderExcluir
  8. Patricia Goldfarb17 de maio de 2012 13:25

    Olá Andrea. Sou pesquisadora, área de antropologia da UFPB e trabalho com ciganos no meu estado. vc poderia me enviar este filme e outro mais que tiveres sobre ciganos.

    atenciosamente
    Patrícia Goldfarb
    patriciagoldfarb@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá Andrea sou cristina e amo a cultura cigana envia p mim pf o filme, minha professora de dança cigana o sugeriu mas não estou encontrando.
    crismarpit@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá, poderia encaminhar o arquivo ou uma cópia deste filme? Grato,

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Flores de Lis... prá você!