De Fadas, Feiticeiras, Ciganas é o sangue que me nutre...

De Fadas, Feiticeiras, Ciganas é o sangue que me nutre...

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Um brilho em 2012

Para abrilhantar esse blog, um texto de Carlos Drummond de Andrade:

"O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho da sua história.
O grande lance é viver cada momento como se a receita de felicidade fosse o AQUI e o AGORA.
Claro que a vida prega peças. É lógico que, por vezes, o pneu fura, chove demais..., mas, pensa só: tem graça viver sem rir de gargalhar pelo menos uma vez ao dia? Tem sentido ficar chateado durante o dia todo por causa de uma discussão na ida pro trabalho?
Quero viver bem! Este ano que passou foi um ano cheio. Foi cheio de coisas boas e realizações, mas também cheio de problemas e desilusões. Normal. As vezes a gente espera demais das pessoas. Normal. A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor que acabou. Normal.
O ano que vai entrar vai ser diferente. Muda o ano, mas o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas e aí? Fazer o quê? Acabar com o seu dia? Com seu bom humor? Com sua esperança?
O que desejo para todos é sabedoria! E que todos saibamos transformar tudo em boa experiência! Que todos consigamos perdoar o desconhecido, o mal educado. Ele passou na sua vida. Não pode ser responsável por um dia ruim... Entender o amigo que não merece nossa melhor parte. Se ele decepcionou, passe-o para a categoria 3. Ou mude-o de classe, transforme-o em colega. Além do mais, a gente, provavelmente, também já decepcionou alguém.
O nosso desejo não se realizou? Beleza, não estava na hora, não deveria ser a melhor coisa pra esse momento (me lembro sempre de um lance que eu adoro): CUIDADO COM SEUS DESEJOS, ELES PODEM SE TORNAR REALIDADE.
Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte do ser humano. Não adianta lutar contra isso. Mas se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam bem diferentes.
Desejo para todo mundo esse olhar especial.
O ano que vai entrar pode ser um ano especial, muito legal, se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso. Somos fracos, mas podemos melhorar. Somos egoístas, mas podemos entender o outro. O ano que vai entrar pode ser o bicho, o máximo, maravilhoso, lindo, espetacular... ou... Pode ser puro orgulho! Depende de mim, de você! Pode ser. E que seja!!!
Feliz olhar novo!!! Que o ano que se inicia seja do tamanho que você fizer.
Que a virada do ano não seja somente uma data, mas um momento para repensarmos tudo o que fizemos e que desejamos, afinal sonhos e desejos podem se tornar realidade somente se fizermos jus e acreditarmos neles!"
(Autor: Carlos Drummond de Andrade)

Feliz 2012!
Share |

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Apenas uma frase



"Se temos de esperar, que seja para colher a semente boa que lançamos hoje no solo da vida.
Se for para semear, então que seja para produzir milhões de sorrisos, de solidariedade e amizade . "
(Cora Coralina)
Share |

sábado, 24 de dezembro de 2011

Bençãos e Inspirações de Natal

Sejam todos abençoados por Sta Sara Kali, inspirados pela sabedoria de Cristo, e protegidos pelo poder Maior.
Um grande beijo no coração de todos!

Feliz Natal!

Andréa

Share |

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Vídeo: Dança cigana russa - Shatritsa Dance

Sempre fui a favor da dança cigana livre, aquela sem passos marcados, sem ensaios... Mas confesso que hoje, ao me deparar com esse vídeo, fiquei encantada, uma belíssima coreografia, perfeita em sicronismo e alegria. Vale a pena conferir. Shatritsa Dance por Anna Vasilevskaya, VIA Romen e Companhia de Dança Blue Lotus em "Soul Romani" show cigano russo em Meydenbauer Theater. Lindo!



Share |

sábado, 3 de dezembro de 2011

Receita by Cozinha dos Vurdóns

Para começar o mês natalino cheio de inspirações, trago hoje uma receita da Cozinha dos Vurdóns, Pão de Batata com peito de peru e mussarela.


A Cozinha dos Vurdóns, ganhou um presente aqui do blog, no final de nossa festa cigana virtual. e para comemorar os presentes, fizeram essa receitinha, acompanhada de outros quitutes.


Confesso que fiquei preocupada, pois a Cozinha tem grupod e mulheres e pensei, como elas distribuiriam os presentes? Mas como a cozinha tem por missão dismistificar o preconceito atravês da culinária, em conjunto com as purys e maylês, este presente ficou para Sta Sara, pois é ela que norteia nossa cozinha e nossos atos. Lindo gesto!!!! Amei!!!





(Presentes: Leque e lenço de moedas)


Pão de Batata Recheado com Peito de Peru Defumado e Mussarela
Cozinhe 200gr de batatas (ou 02 batatas grandes). Apenas lave as batatas e as corte em quatro partes antes de cozinhar (não é necessário descascar - as cascas ficarão retidas no espremedor, ou, você pode descascá-las depois de cozidas). Passe as batatas pelo espremedor enquanto ainda estiverem quentes. Dissolva 3 tabletes de fermento biológico fresco (ou 2 envelopes de fermento biológico seco, segundo o site da Fleischmann ) em 1/2 copo de leite morno. Acrescente, ao purê de batatas, 1 colher de sopa de manteiga e misture para que derreta. Bata ligeiramente 1 ovo inteiro e 1 gema e junte às batatas com 1/2 colher de chá de sal, o fermento bem dissolvido no leite, 1 colher de sopa bem cheia de creme de leite, 1 e 1/2 colher de sopa de açúcar e misture. Acrescente 400gr de farinha de trigo, ou até a massa soltar das mãos. Essa massa é fofa e leve (não coloque farinha de mais). Sove bem a massa. Enfarinhe uma superfície lisa, limpa e seca (como uma bancada de granito, por exemplo) e abra a massa com um rolo.



Corte em círculos, com um cortador, recheie cada pãozinho com o recheio de sua preferência e feche a massa formando uma bola. Se preferir (eu prefiro), em vez de abrir a massa toda com um rolo, faça bolinhas (de tamanhos iguais), abra cada uma em sua mão, recheie e feche. Hoje, eu recheei os pãezinhos com 2 bandejas de mussarela fatiada e 1 bandeja de peito de peru fatiado (fiz alguns mistos e outros só de queijo). Basta colocar as fatias uma em cima da outra, cortar ao meio e fazer rolinhos. Coloque em uma forma untada e enfarinhada e deixe crescer por meia hora em um local sem corrente de a. Ligue o forno em temperatura média antes de terminar o tempo de crescimento da massa. Pincele os pãezinhos com 01 gema e um pouco de água e leve-os ao forno por aproximadamente 25 minutos, ou até que estejam bem dourados. Fica mais gostoso se servido quente. A quantidade de pãezinhos vai depender do tamanho que você os fizer ou do recheio que você colocar. Os meus deram 14 pãezinhos recheados, que ocuparam 3 formas de 30cm de diâmetro.
Dicas:
1 - as claras (das duas gemas usadas na receita) podem ser congeladas para serem utilizadas em outra receita depois. Você pode ir anotando no potinho quantas claras tem, ou pode pesar as claras quando quiser usá-las (cada clara tem entre 30g e 35g). Para utilizá-las basta tirá-las do congelador até que cheguem à temperatura ambiente. Você pode acrescentar novas claras ao potinho no congelador, mas ATENÇÃO: depois de descongelar as claras, não poderá congelá-las novamente. Pudim de claras, ovos nevados, bolo branco (ou bolo de claras) são algumas recitas nas quais podemos utilizar as claras guardadas.
2 - Os recheios podem variar infinitamente. A receita da minha mãe era originalmente com pedaços de queijo. Mas você pode colocar creme de queijo com presunto; frango desfiado; linguiças; calabresa com queijo, azeitonas, cebolas e orégano (fica com ar de pizza portuguesa). Também pode fazê-lo sem recheio e comê-lo bem quentinho com manteiga ou requeijão. Enfim, você pode colocar o recheio que você mais gostar. Apenas evite ingredientes que soltem muito líquido (como tomates frescos, por exemplo).
3 - Se você quiser fazer mais de um sabor, você pode colocar alguma marca nos pãezinhos para saber qual é qual. Eu por exemplo, coloquei nos de queijo um pouco de queijo ralado por cima, e nos de presunto e queijo coloquei um pouco de orégano.


E assim foi, a Bertha (integrante da Cozinha), preparou os pães de batata, essa receita foi tirada do caderninho de receitas da avó da Bertha...de 1930 mais ou menos e acrescida das modernidades dos dias atuais.


Meninas adorei a receita, obrigada por me permitir compartilhar


Para conhecer a Cozinha, acesse: www.cozinhadosvurdons.blogspot.com


Beijos

Share |