De Fadas, Feiticeiras, Ciganas é o sangue que me nutre...

De Fadas, Feiticeiras, Ciganas é o sangue que me nutre...

terça-feira, 31 de agosto de 2010

O Casamento Cigano

Desde pequenas, as meninas ciganas costumam ser prometidas em casamento. Os acertos normalmente são feitos pelos pais dos noivos, que decidem unir suas famílias.
O casamento é uma das tradições mais preservadas entre os ciganos, representa a continuidade da família, por isso o casamento com os não ciganos não é permitido em hipótese alguma. Quando isso acontece a pessoa é excluída do grupo. É pelo casamento que os ciganos entram no mundo dos adultos. Os noivos não podem Ter nenhum tipo de intimidade antes do casamento. Quando o casamento acontece, durante três dias e três noites, os noivos ficam separados dando atenção aos convidados, somente na terceira noite é que podem ficar pela primeira vez a sós. Mesmo assim, a grande maioria dos ciganos no Brasil, ainda exigem a virgindade da noiva. A noiva deve comprovar a virgindade através da mancha de sangue do lençol que é mostrada a todos no dia seguinte. Caso a noiva não seja virgem, ela pode ser devolvida para os pais e esses terão que pagar uma indenização para os pais do noivo.
No caso da noiva ser virgem, na manhã seguinte do casamento ela se veste com uma roupa tradicional colorida e um lenço na cabeça, simbolizando que é uma mulher casada. Durante a festa de casamento, os convidados homens, sentam ao redor de uma mesa no chão e com um pão grande sem miolo, recebem dos os presentes dos noivos em dinheiro ou em ouro.
Estes são colocados dentro do pão ao mesmo tempo em que os noivos são abençoados. Em troca recebem lenços e flores artificiais para a mulheres. Geralmente a noiva é paga aos pais em moedas de ouro, a quantidade é definida pelo pai da noiva.
Share |

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Pai Nosso Cigano

Pai Nosso que estais no céu, na terra, em todos os mundos espirituais.
Santificado e Bendito seja sempre o Vosso Nome, mesmo quando a dor e a desilusão ferirem nosso coração. Bendito Sejas.
O pão nosso de cada dia, dai-nos hoje. Pai, dai-nos o pão que revigora as forças físicas, mas dai-nos também o pão para o espírito.
Perdoai as nossas ofensas, mas ensinai-nos antes a merecer o Vosso perdão, perdoando aqueles que tripudiam sobre nossas dores, espezinham nossos corações e destroem nossas ilusões. Que possamos perdoá-los, não com os lábios e sim com o coração.
Afastai de nosso caminho todo sentimento contrário a caridade. .
Que este Pai Nosso seja dadivoso para todos aqueles que sofrem como espíritos encarnados ou desencarnados.
Que uma partícula deste Pai Nosso vá até os cárceres onde alguns sofrem merecidamente, mas outros pelo erro judiciário.
Que vá até os hospícios iluminando os cérebros conturbados que ali se encontram.
Que vá até os hospitais, onde muitos choram e sofrem sem o consolo da palavra amiga.
Que vá a todos aqueles que neste momento transpõem o pórtico da vida terrena para a espiritual, para que tenham um guia e o Vosso perdão.

Que este Pai Nosso vá até os lupanaranes e erga as pobres e infelizes criaturas que para ali foram tangidas pela fome, dando-lhes apoio e fé.
Que vá até o seio da Terra onde o mineiro está exposto ao fogo do grizu e que ele, findo o dia, possa voltar ao seio de sua família.
Que este Pai Nosso vá até os dirigentes das nações para que evitem a guerra e cultivem a paz.
Tende piedade dos órfãos e viúvas. Daqueles que até esta hora n ão tiveram uma côdea de pão
Tende compaixão dos navegadores dos ares. Dos que lutam com os vendavais no meio do mar bravio.
Tende piedade da mulher que abre os olhos do ser à vida.
E que a Paz e a Harmonia do Bem fiquem entre nós e estejam com todos. Assim seja.
(Autoria: “ Um Ser de Luz ” Formatação: Dudu Jr. “ Que todos os seres deste mundo sejam felizes ” )
Share |

domingo, 29 de agosto de 2010

Dança Cigana Ritualística

Essa é a dança sagrada realizada para o encontro com o sagrado. A dança ritualística é feita pelos ciganos de forma secreta, nos lares ou em cerimônias como casamentos e batizados. É como um culto aos antepassados, onde há uma grande troca de energias com o Universo. Entre emoções e sentimentos, os símbolos são traduzidos através de gestos leves e circulares. Doa-se emoção e recebe-se força e vitalidade para alcançar o desejo mais sincero.
Share |

sábado, 28 de agosto de 2010

Música: Jesse Cook

Jesse Cook é um guitarrista flamenco, nascido em Paris de pais canadenses. É conhecido pela energia de seus shows. Nascido em Paris em 1964 com o fotógrafo e cineasta John Cook e diretor de televisão e produtor de Heather Cook, Jesse Cook passou os primeiros anos de sua vida entre Paris, sul da França e Barcelona. Como uma criança ele era fascinado por violão e tentou imitar o som que ele ouviu vindo de um guitarrista, cigano famoso, da região do sul da França conhecida como a Camargue, nada menos que Nicolas Reyes, do grupo Gipsy Kings, que era vizinho de bairro.
Jesse Cook tornou-se cada vez mais fascinado com o som "Camargue", o ritmo, a abordagem de rumba flamenca, que poderá ser ouvido em muitos cantos e cafés do bairro "cigano".
Estudou guitarra, violão clássico e jazz em algumas das mais prestigiadas escolas de música na América do Norte.
Em 1995 Catalina Jazz Festival foi um ponto de viragem na sua carreira. Seu álbum de estréia "Tempestade" foi lançado de forma independente no Canadá. Dentro de um mês, um contrato com a empresa norte-americana Narada lhes permitiu ser reservado no festival de Jazz Catalina. Originalmente a banda foi fazer intervalos durante os vinte minutos em um bar lá embaixo pouco do palco principal. Sua performance foi muito apreciado, tão apreciada no fato de que Cook foi convidado para dar uma performance no palco principal. Pouco tempo depois, Tempest entrou nas paradas americanas da Billboard.
Cook gravou sete álbuns de estúdio, dois DVDs ao vivo e tem percorrido o mundo a explorar as tradições musicais que ele se misturou com o seu estilo de flamenco rumba. Sua música tem sido destaque em vários episódios de Sex in The City, The Chris Isaac Show e em vários Jogos Olímpicos.
Em 2001, Cook ganhou um Juno Award na categoria Álbum Instrumental Melhor "queda livre". Em 2009, ele foi Magazine's Acoustic Guitar Player's Choice Award vencedor de prata na categoria de Flamenco (ouro foi para Paco de Lucia). Ele é um vencedor por três vezes do prêmio brasileiro de Smooth Jazz Guitarist of the Year e inúmeros outros prêmios.

Discografia
Tempest (1995)
Gravity (1996)
Vertigo (1998)
Free Fall (2000)
Nomad (2003)
Montreal (2004)
Ultimate Jesse Cook (2005)
Frontiers (2007)
The Rumba Foundation (2009)

Para ouvir, clique aqui. Lindo demais!
Share |

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

O Sal Grosso e o Sal de Cleópatra

O sal grosso é utilizado em vários tipos de magia, e faz parte de vários rituais.
No banho, o sal grosso remove as energias negativas que vamos acumulando no dia a dia.
Mas devemos tomar alguns cuidados e não podemos esquecer, que o sal é tão funcional a ponto de remover toda sua energia, inclusive a positiva. Sendo assim, você precisa repor a energia positiva, com óleos ou cremes de ervas e incensos de lavanda ou alecrim.
Não é recomendado fazer esse banho de sal grosso com muita frequência, o ideal é fazer um certo intervalo, ou usar quando se sentir carregado de energias ruins.

Dê preferência para os banhos na fase da Lua Cheia, utilize velas no banheiro, e se quiser ativar ainda mais a sua intuição, apague as luzes do banheiro e use apenas a luz das velas.
Existe também, o Sal do Mar Morto, muito utilizado por Cleópatra, a mulher mais linda do planeta era famosa por sua aparência jovem por toda sua vida, mesmo quando ela envelheceu. O verdadeiro segredo da sua pele brilhante foi o efeito anti-envelhecimento causado pelos banhos com o Sal do Mar Morto. O sal do Mar Morto é usado terapeuticamente no mundo todo, para ajudar a pele a ser firme, saudável e conservada. Também é famoso porque alivia dores musculares tem função relaxante.
Se quiser se aventurar, e fazer como Cleópatra, você poderá encontrar o Sal do Mar Morto clicando AQUI.
Mas se preferir, utilize o tradicional Sal Grosso, colocando pequenas porções na água do seu banho, mentalizando a limpeza, purificação e o bem estar. Boa Sorte!
Share |

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Dança Cigana de Roda

A dança cigana, não faz bem apenas para o corpo, faz também, um bem à alma. Uma dança que não exige técnica pois os movimentos são comandados pelo coração.
Existe uma dança muito linda, para atrair a prosperidade, que é dança cigana de roda. Onde as ciganas dançam em círculos, de mãos dadas, e os homens também podem e devem entrar nessa roda. Os movimentos são de saias e pés. Uma dança de muita energia que permite a cada um, expressar seu mais puro sentimento e pedir com o coração tudo de melhor que a vida possa oferecer.
Share |

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Artes Plásticas: Carroça Cigana

J. EMILIO
Uma ilustração de J. Emílio, desenhista, ilustrador gráfico e artes em geral. Residente em Guará II - Brasília, Brasília - DF., Brazil.
Lindo trabalho! Parabéns!
Share |

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Quartzo Rosa para Sedução

O Quartzo Rosa, pedra consagrada à Vênus, também pode ser usado para fortalecer o seu poder de sedução. Um talismã simples de fazer, porém muito poderoso.
Guarde o quartzo rosa num saquinho vermelho e perfume-o com incenso ou essência de verbena ou rosa. Use-o sempre que quiser, na bolsa, carteira, gavetas, enfim, coloque-o num local junto de seus objetos pessoais. Boa sorte!
Share |

domingo, 22 de agosto de 2010

Baralho Cigano: Petit Lenormand

O Baralho Cigano possui inúmeras apresentações, diversos autores e várias histórias sobre sua origem. Não sei ao certo qual sua origem verdadeira, pois cada história contém sua essência. Vou apresentar algumas versões, lembrando que todas as cartas possuem os mesmos significados independentes de suas autorias.


O baralho que apresento hoje, é o PETIT LENORMAND. E possui inúmeras versões, cada uma mais graciosa que a outra.

As cartas Lenormand foram criadas por Mademoiselle Marie-Anne Adelaide Lenormand, (não cigana), cartomante francesa de grande renome que também exercia, além de outras atividades adivinhatórias, a quiromancia, a clarividência, a leitura de cartas, leitura de folhas de chá, astrologia, etc.
Lenormand teve entre suas clientes Josefina de Beauharnais, esposa de Napoleão Bonaparte. Nasceu em Alençon, na Normandia (1772-1843). Perdeu seu pai quando tinha apenas um ano de idade e logo em seguida sua mãe, aos 5 anos. Depois disso foi enviada a um convento. Lá surgiram os primeiros relatos de sua clarividência. Morou em Paris num período posterior a Revolução Francesa e lá consolidou sua fama de cartomante. Em 1807, Mlle. Lenormand leu nas mãos de Napoleão sua intenção de se divorciar de Josefina. Para afastá-la ele a mandou à prisão por 12 dias. Esse fato foi o verdadeiro lançamento de sua carreira e ela se tornou a cartomante mais popular de sua época.
Em 25 de junho de 1834, aos 74 anos de idade, foi enterrada em Paris, no cemitério Père Lachaise. Por motivos desconhecidos, os segredos do Tarô Lenormand desapareceram temporariamente com o falecimento de Mlle. Lenormand e cerca de 50 anos depois eles foram recuperados com a descoberta de alguns manuscritos deixados por Anne-Marie. A partir desses documentos, foram desenvolvidos dois baralhos, um deles conhecido como Baralho Lenormand e ilustrado com figuras da época, 52 cartas, e ainda hoje fabricado na França. O outro com figuras mais simples e atuais corresponde à versão utilizada pelos ciganos, 36 cartas, propagadores deste baralho.
Share |

Vídeo: Ney Matogrosso - Bandoleiro


"... fossem Ciganos... a levantar poeira..."


Share |

sábado, 21 de agosto de 2010

Caravanas Ciganas

Olhem essas imagens e deixem o coração viajar... São lindas caravanas/carroças ciganas, vistas por fora e por dentro...

Há muito tempo descobri que tenho uma ligação com uma vida cigana, e decidi que tenho mesmo... Eu sou apaixonada por essas "casinhas", e isso é mais forte do que eu... Quero sim, um dia, se eu puder, ter uma dessas, nem que seja pra tê-la no meu quintal! Em algum lugar do passado passei por uma vida de história forte e marcante, com muitas batidas de pés em volta da fogueira, muitas saias rodadas ao som dos violinos, tranças lindas e negras nos cabelos e muitos personagens que me acompanham até hoje, por esta vida...

Gracias por el amor...

Share |

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Mosaico de Carroças

Que mosaico mais charmoso. Uma carroça cigana mais linda que outra.
Muitas são utilizadas pelos ciganos viajantes, que fazem dela o seu lar. Outras são usadas apenas para exposições, pois algumas são autênticas relíquias e verdadeiras obras de arte. Pode ser usada também como decorações em casas de campo. E também é possível encontrá-las para locação, costume comum na França.
Um dia terei uma dessas, mas, por favor, não me perguntem onde irei colocar, isso é só um detalhe...rsrs...
Share |

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Festival de Vinália - 19/08

Vinália era um Festival romano, realizado em agradecimento a vênus pela boa colheita das uvas. Hoje, 19/08, peça a Vênus para abençoar o seu amor. Verta vinho tinto em dois cálices e coloque uma uva doce dentro de cada um. Tome o vinho com o ser amado, para perpetuar sua relação. Se você estiver só, ofereça o outro cálice à Vênus, pedindo-lhe que traga um amor para sua vida.
Share |

Acessórios Ciganos

Os Ciganos são muito vaidosos. Gostam das cores alegres. Usam e abusam dos acessórios, em especial os dourados, pela representação do ouro, que atraem a fortuna.
Os homens usam colares, brincos de argolas, pulseira e muitos anéis, dourados e com pedras.
As mulheres usam brincos grandes e dourados. Quando querem mostrar que estão comprometidas ou que estão prometidas para um cigano, usam brincos de argolas. Elas também gostam de colares, anéis dourados com pedras e muitas pulseiras douradas ou coloridas. E ainda, as casadas, usam lenço nos cabelos, lenços coloridos com franjas ou moedas. As solteiras, usam apenas flores nos cabelos. Usam maquiagens e estão sempre perfumadas.

Adoro esses acessórios...
(Imagem:www.polyvore.com.br)
Share |

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

O Traje Cigano

É possível identificar os ciganos, com muita facilidade, pelo visual alegre dos seus trajes.
Não há um traje cigano, mas uma maneira cigana de se vestir.
Os homens apreciam as cores alegres, vivas, os tecidos brilhantes e com brocados. Usam calças neutras mas com camisas vibrantes. Muitos utilizam, em festas, faixas de cetim na cintura, lenços, chapéus e jóias. As mulheres vestem cores vivas, grandes saias rodadas, super postas, tecidos brilhantes e floridos. Usam os cabelos soltos ou em tranças, enfeitados de fitas, moedinhas e exibem grande variedade de jóias. As ciganas abusam dos decotes e ombros expostos, mas nunca mostram as pernas e a barriga. Costumam andar descalças ou com sapatilhas.
Porém, no dias atuais, a maioria dos ciganos se vestem como nós, gadjôs (não ciganos), utilizando-se apenas de um ou outro acessório, deixando os trajes coloridos e brilhantes para usarem nas festas e cerimônias.
Share |

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Oração do Amanhecer


Salve o Sol, a Natureza, o Orvalho da manhã!
Salve Deus Todo Poderoso, que me dá a felicidade de tomar a benção a toda Natureza.
Salve o Vento, o Sol, a Chuva, as Nuvens, as Estrelas e a Lua!
Salve a força das Águas, a Terra, a Areia e o Solo fértil!
Que belo seja seu remédio!
O pão que parto à mesa, seja multiplicado!
O trigo que carrego, seja minha prosperidade.
O Universo me abrace.
E os 04 elementos: Terra, Água, Fogo e Ar, me dê as forças necessárias para todas as dificuldades de minha vida.
Meus caminhos sejam abertos, hoje e sempre, com toda pureza dos Elementais e dos Anjos mensageiros de Deus.

Amém!
Share |

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Buenos Dias Raiar de Sol...

Buenos dias raiar de sol!
Acordei mais cigana do que nunca!
Nos meus olhos o brilho da chama,
no meu corpo o calor do fogo, que me consome...
O som das pulseiras e do brinco a balançar
enquanto danço celebrando a vida e o amor.
Em minha boca doce o sabor do vinho que nos embriagou
de tanto desejo e paixão...
Olha em mim e me reconhece, me vê como sou!
Sua, eternamente sua! Olha de onde estás e
com os olhos fechados me verás dançando pra você!

(Autor Desconhecido)
Share |

domingo, 15 de agosto de 2010

Artes Plásticas: Gipsy Caravan


(Gipsy Caravan)

Um lindo trabalho em miniatura: Gipsy Caravan, de Larry Haynes. com riqueza de detalhes e beleza. Para ver mais, clique AQUI.

Share |

sábado, 14 de agosto de 2010

Lema dos Ciganos

“O Céu é meu teto, a Terra é minha Pátria e a Liberdade é a minha religião.”
Share |

Leis Ciganas

As doze leis ciganas:
1. Áquário – amar a Deus acima de tudo e respeitar todos os Santos, independente da religião.
2. Peixes – respeitar a semana Santa onde quer que esteja.
3. Áries – respeitar todas as religiões e credos que elevam o nome de Deus.
4. Touro – ajudar-se mutuamente.
5. Câncer – amar e não desmerecer as crianças.
6. Gêmeos – respeitar os idosos e não desprezar sua sabedoria.
7. Leão – não mostrar o corpo.
8. Virgem – não se prostituir.
9. Libra – manter a felicidade entre os casais.
10. Escorpião – não se envergonhar de sua origem.
11. Sagitário – não deixar de praticar o dom da leitura de sorte.
12. Capricórnio – não trair o seu povo.
Share |

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Música: Wal Hei e Seus Irmãos

O trabalho do cantor e compositor WAL HEI teve início em 1990, com a decisão da família em prestar uma homenagem a sua bisavó Otilia, que viveu no sul da Bahia no início do seculo XX, tendo suas raizes procedente de uma tribo de ciganos Calons da Espanha. Este evento aconteceu nas dependências do Ideal Esporte Clube de Olinda, reunindo toda à família. Após este evento foram constantes os convites solicitando a participação do grupo em festas, chás e rituais ciganos, compartilhando com "nossos irmãos", a alegria dessas canções.Desde de 1990, tornou-se marcante a influência dos rítmos flamencos nas músicas de Wal Hei. Diante da força da sua ancestralidade cigana, surge nesta geração um retorno as origens. A família descendente de uma tribo de ciganos Kalons, provenientes da Espanha , resgata a sua musicalidade, retomando sua cultura e o modo de viver de um povo que nunca temeu, os reveses da vida. Enfrentando e vencendo todas as dificuldades, criando novas oportunidades na busca de liberdade, alegria e amor.Em suas canções, WAL HEI E SEUS IRMÃOS, trazem para você um raro momento de descontração, com a apresentação de músicas inéditas que retratam a cultura, as paixões, as alegrias e as danças do povo cigano. Festa de ciganos é o nome do Show oferecido pelo grupo, compreendendo 1:40h de músicas, acompanhadas das danças e coreografias próprias deste trabalho.

Integrantes:
Wal Hei(Vocal e solo)
Walter(Vocal)
Jorge Yago (Percusão)
Leonardo (Violão base)
Ron John (Contra-baixo)

O grupo apresenta músicas inéditas cantadas em português que retratam as alegrias e paixões do povo cigano e sua cultura milenar. Em seu primeiro CD: Cigano - Minha Sina é Mudar, reune diversos rítmos de forte influência na trajetória dos ciganos pelo mundo.Contudo, sem fugir as origens, as músicas recebem um tempero especial do estilo flamennco que é próprio da Espanha. Dentre as belíssimas e vibrantes canções deste CD, destaca-se a canção dedicada a padroeira dos ciganos, Santa Sara Kally marcando assim a grande devoção do grupo.

Discografia:
- Caminho Cigano
- Minha Sina é mudar
- Festa da Alma Cigana
- Contemplação Cigana ( com a música Sta Sara)
Para conhecer, clique AQUI.
Vale a pena conhecer!

Share |

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Alguns Pratos da culinária Cigana

Alguns pratos da culinária cigana:
- Armianca – Salada de alface e tomate em rodelas com cogumelos, queijo de cabra, cenoura, beterraba e berinjela frita. Enfeitar com raminhos de hortelã e pétalas de flores.
- Assados – Pernil de carneiro, pernil de leitão, cabrito com arroz e brócolis, roletes de carne de frango ou bovina com cebola, pimentão e tomate.
- Brynza – queijo de cabra.
- Chivuísa – aguardente.
- Civiaco – torta.
- Goulasch – Arroz, batata, carne bovina e páprica ardida.
- Malay – pão de milho.
- Manrô – Pão redondo de farinha.
- Mamalyga – polenta.
- Naut – grão de bico com lingüiça.
- Paprikach – costela defumada, bacon, pimentão e batatas.
- Papuchá – Pirão de milho.
- Sifrite – Ponche de frutas com vinho coberto com pétalas de rosas.
- Sarmá – Arroz com lentilha e carne seca.
- Sarmy – Charutos feitos com folha de repolho, carne bovina e bacon, ou folha de uva e bacalhau.
- Tchaio – Chá preto ou mate com frutas.
- Varenyky – pastel cozido doce (uva) ou salgado (queijo).
- Vino – vinho tinto.
Share |

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Pão Cigano

Ingredientes:
150ml de leite
250gr de trigo integral
100gr de manteiga
01 pitada de sal
02 colheres de fermento em pó


Misturar todos os ingredientes. Sovar bem a massa e deixar crescer. Pincelar com 02 gemas e polvilhar com açúcar. Assar por 35 minutos.
Arrumar a mesa: furar um pãozinho, colocar uma pitada de sal e colocar uma vela branca. Colocar os pães em círculo num prato com arroz cru. Dizer a frase:
“Que venha muita sorte e prosperidade através do pão, do sal e do ouro.”
Repartir cada pãozinho com as pessoas presentes e comer. Não se deve comer inteiro, a prosperidade é para todos. A vela, o arroz e um pedacinho do pão podem ser colocados no altar e entregue num jardim
.
Share |

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

A Culinária Cigana

Ao se alimentarem, os ciganos não se assemelhavam em nada aos modos de etiqueta das famílias abastadas, que se distiguiam comendo “civilizadamente”. Já os gestos dos ciganos, eram demasiadamente “naturais”. Entre os ciganos, tanto a mesa era inexistente, quanto faltavam, às vezes, até pratos e talheres. Eles improvisavam gamelas e outros utensílios e frequentemente comiam com as mãos. As facas eram mais comuns, sendo usadas tanto para cortar o alimento quanto para introduzir o alimento na boca. Para cozinharem no acampamento, os ciganos fincavam 03 paus, de forma a uni-los pelas pontas para formarem uma tripeça, na qual se colocava o caldeirão.
O preparo dos alimentos ficava sempre a cargo das mulheres.
Share |

domingo, 8 de agosto de 2010

Lei do Triângulo

A Lei do Triângulo é o principal mandamento cigano:
1 Amar o seu irmão2 Respeitar o seu irmão 3 Pagar o que deve ao seu irmão
Share |

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

7 Filosofias Ciganas

1. Felicidade – uma campo aberto, um luar, um violão, uma fogueira, o canto do sabiá e a energia de uma cigana. Somos os verdadeiros boêmios da vida.
2. Orgulho – é saber que nunca participamos de guerras, que nunca amamos para matar nossos semelhantes. Somos os menestréis da paz.
3. Amor – amar é vivermos em comunidade, é repartir nosso pão, nossas alegrias e até mesmo nossas aflições.
4. Lealdade – é não abandonar nossos irmãos quando mais precisam. É nunca negar um ombro amigo, a mão forte é o incentivo à vida.
5. Riqueza – é termos o suficiente para seguirmos pela estrada da vida.
6. Nobreza – é fazermos de cada humilhação um incentivo ao perdão.
7. Humildade – não importar-se em ser súdito ou nobre, importar-se apenas em saber servir.
Share |

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Mãe Terra

Deveríamos ser o coração e a mente da Terra!
Então paremos de pensar somente nas necessidades da humanidade, e enxergamos que ferimos a Terra e precisamos fazer as pazes com ela.
Precisamos fazer isso enquanto somos fortes o bastante para negociar e não uma turba esfacelada liderada por senhores de guerras brutais.
Precisamos lembrar que somos parte dela, e que ela é de fato nosso lar".
(SEMEADORES DO BEM)
Share |

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Harmonizando o ambiente

Um ótimo ritual para purificar e harmonizar os lares é realizado com alguns cravos da índia. Pegue um punhado deles, coloque em um pouco de água fervente e deixe a infusão por alguns minutos. Depois desse período, leve essa mistura pela casa, deixando o aroma invadir todos os cômodos. Você pode também tomar um banho com esta água energizada, que formará uma redoma de força e harmonia em todo o seu ser.

Share |

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Oração ao 07 Ciganos

Sete Ciganos! Que eu possa olhar a estrada de terra batida, as pedras do caminho e sentir vossas presenças. Quando eu me sentir só, que eu possa olhar para as árvores da estrada e sentir através da leve aragem as vossas forças. Que na minha tristeza, eu escute o som do violino cigano, através do canto dos pássaros que se torne impossível eu ficar impassível porque é a vossa música dizendo que estás junto de mim. Que eu possa ir as montanhas e campos e descubra a beleza da natureza e sinta o maravilhoso poder de Deus se fazendo presente. Que eu possa deixar o orgulho, as tristezas, as decepções e obstáculos na terra, pois nada mais existe perante toda essa festa de cores, toda essa luminosidade que vem do arco-íris e representa a irradiação do 07 ciganos. Que eu me sinta purificada. Que assim seja!

Share |

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

A Cultura Cigana através da música

É interessante nos aproximar da cultura através da dança e da música. Os signos demonstram o ritmo da vida na magia da dança cigana. O espírito cigano, está no interior de qualquer pessoa que souber buscá-lo. A dança cigana é sedutora e se transforma em um sedutor convite a todos os gadjôs (não ciganos) que queiram despertar seu fogo interior. Com olhos profundos numa expressão de luz, palmas, imaginando uma jornada no tempo. Como uma dança espiral, perfeitamente balanceada com elementos flamencos. Entre o sagrado e o secular, fazendo da cultura cigana uma grande festa, para ciganos e gadjôs, esperando do futuro, a união de todos os povos.

(Autor desconhecido)

Share |