De Fadas, Feiticeiras, Ciganas é o sangue que me nutre...

De Fadas, Feiticeiras, Ciganas é o sangue que me nutre...

domingo, 22 de agosto de 2010

Baralho Cigano: Petit Lenormand

O Baralho Cigano possui inúmeras apresentações, diversos autores e várias histórias sobre sua origem. Não sei ao certo qual sua origem verdadeira, pois cada história contém sua essência. Vou apresentar algumas versões, lembrando que todas as cartas possuem os mesmos significados independentes de suas autorias.


O baralho que apresento hoje, é o PETIT LENORMAND. E possui inúmeras versões, cada uma mais graciosa que a outra.

As cartas Lenormand foram criadas por Mademoiselle Marie-Anne Adelaide Lenormand, (não cigana), cartomante francesa de grande renome que também exercia, além de outras atividades adivinhatórias, a quiromancia, a clarividência, a leitura de cartas, leitura de folhas de chá, astrologia, etc.
Lenormand teve entre suas clientes Josefina de Beauharnais, esposa de Napoleão Bonaparte. Nasceu em Alençon, na Normandia (1772-1843). Perdeu seu pai quando tinha apenas um ano de idade e logo em seguida sua mãe, aos 5 anos. Depois disso foi enviada a um convento. Lá surgiram os primeiros relatos de sua clarividência. Morou em Paris num período posterior a Revolução Francesa e lá consolidou sua fama de cartomante. Em 1807, Mlle. Lenormand leu nas mãos de Napoleão sua intenção de se divorciar de Josefina. Para afastá-la ele a mandou à prisão por 12 dias. Esse fato foi o verdadeiro lançamento de sua carreira e ela se tornou a cartomante mais popular de sua época.
Em 25 de junho de 1834, aos 74 anos de idade, foi enterrada em Paris, no cemitério Père Lachaise. Por motivos desconhecidos, os segredos do Tarô Lenormand desapareceram temporariamente com o falecimento de Mlle. Lenormand e cerca de 50 anos depois eles foram recuperados com a descoberta de alguns manuscritos deixados por Anne-Marie. A partir desses documentos, foram desenvolvidos dois baralhos, um deles conhecido como Baralho Lenormand e ilustrado com figuras da época, 52 cartas, e ainda hoje fabricado na França. O outro com figuras mais simples e atuais corresponde à versão utilizada pelos ciganos, 36 cartas, propagadores deste baralho.
Share |

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita! Flores de Lis... prá você!