De Fadas, Feiticeiras, Ciganas é o sangue que me nutre...

De Fadas, Feiticeiras, Ciganas é o sangue que me nutre...

sexta-feira, 20 de maio de 2011

A Canção da Lua

Alguém olhou para céu nessas últimas noites? Sou apaixonada pelo céu e a lua cheia estava maravilhosamente linda. Não sei se foram meus olhos, mas ela estava maior e mais perto... encantadora! Por isso, trago essa canção:

Ergo meus braços, saudando
Enquanto ela desliza pela noite,
A Lua dos mistérios, redonda,
Disco luminoso, de prata cintilante.
Meu espírito atende a Seu chamado,
E deseja ter asas para voar,
Para que eu possa buscar Seu antuário sagrado
Do qual o céu é o símbolo.
Um lugar de segredos ocultos,
De antigos mistérios sagrados,
Um lugar que em outras eras conheci,
E de sabedoria em templos calados.
Esforço-me para tentar lembrar,
tudo o que antes aprendido eu teria,
Os segredos esquecidos da lua,
a Deusa e toda sua sabedoria.
Apeas dos meus braços voltados para o céu,
ouço sua voz em meu interior e sigo esta direção.
Desvendo o labirinto interno,
Confiando em minha opção.
"Não busque no exterior, mas sim no fundo do seu eu",
Diz a voz clara e suave.
"Mantenha sua Fé em Mim pelos treze meses,
do ano sagrado da Mãe".
Eu a observo através de seus ciclos,
como já fiz em vidas passadas,
E sigo sua trilha enluarada,
Que à porta secreta interior me conduz.

(Fonte: Livro Mágico da Lua - D.J. Conway)
Share |

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita! Flores de Lis... prá você!