De Fadas, Feiticeiras, Ciganas é o sangue que me nutre...

De Fadas, Feiticeiras, Ciganas é o sangue que me nutre...

sábado, 30 de abril de 2011

Altar Cigano

O altar Cigano é um canalizador de energia. Dois símbolos são fundamentais no altar: o Sol, a força masculina e a Lua, a força feminina. Tradicionalmente esses símbolos eram usados pelos antigos ciganos. Atualmente, aqui no Brasil, esses símbolos foram substituídos pelas estatuetas ou bonecas ciganas. Quase sempre tem a imagem de Sta Sara (o que não é obrigatório). A Santa Sara é morena, e não loira como mostram algumas gravuras e estátuas. Na Espanha ao invés de usarem Sta Sara no altar, eles usam a Virgem de Triana, que é considerada também como protetora dos ciganos. Para montar seu altar, sinta sua intuição e coloque os objetos de acordo com suas necessidades.

Escolha o melhor local em sua casa, e siga algumas dicas que considero fundamentais para construção de um altar:

- A toalha a ser utilizada no altar pode ser da cor de sua preferência. Os Kalons usam a toalha amarela ou estampada para prosperidade, já os Kalderasch usam o vermelho e dourado para espantar o mal olhado. Eu utilizo lilás, roxo e dourado para transmutação das energias.

- Deve ser colocada uma taça (de vidro) com água, para representar a purificação.

- Um quartzo transparente e uma ametista para limpeza e transmutação.

- Existem também quatro frutas que são colocadas no altar: a pêra que simboliza a força masculina, o trabalho da casa e a saúde, a maçã que simboliza a força feminina, representa o amor e a sabedoria da casa, a uva que simboliza o dinheiro e a prosperidade (a uva não deve ser verde), e a romã que representa a espiritualidade, a saúde e o amor. E sempre que colocar frutas no seu altar, peça aquilo que deseja, deixando-as energizadas. Deixe no altar por um ou dois dias, depois disso, a fruta pode ser comida, caso estrague, coloque-a nos pés de uma árvore.

- Violeta, essa é a flor do altar cigano. O vasinho deve ser, se possível, de cobre e no meio da terra deve conter um pedacinho de carvão e uma moeda de cobre ou bronze para trazer proteção. Dê preferência às violetas da cor violeta. Toque-as todos os dias.

- Existem dois tipos de velas padrões para o altar, a vermelha e a amarela que deve representar os antepassados ciganos. a vela para fazer pedidos é a laranja e a vela de agradecimento é azul clara.

- Devem ser colocadas 07 moedas de cobre ou bronze representando os sete clãs ciganos (falarei sobre eles em outro post).

- Dois punhais ou adagas, colocados de formas invertidas, um para dentro e outro para fora, para dentro para atrair energias positivas e para fora representando a proteção. Dica: em caso de brigas dentro do lar, peque o punhal voltado para fora e passe em todos os cômodos, depois devolva-o no altar.

- As imagens devem ser ciganas, ou de Sta Sara ou até mesmo bonecas ciganas.

- E para finalizar, o incenso, o elemento ar, para purificar o ambiente.


Toda as vezes que quiser sentir a energia do altar, esfregue as duas mãos, abra-as sobre o altar e sinta a energia, depois passe as mãos em torno do seu corpo e sobre sua cabeça, concentre-se e peça proteção e boas energias.
Share |

4 comentários:

  1. Muito boa a sua abordagem. PzrAbéns!

    ResponderExcluir
  2. Olá! amei seu blog maravilhoso! Serio mesmo!
    Tenho uma duvida sera q vc poderia me orientar nisso tenho um altar da ibejda e são cosme damião na cozinha com doces queria saber se na minha casa eu posso ter um altar cigano!
    grata pela sua opnião!

    Beijos de flores de paz!

    ResponderExcluir
  3. Olá. Gosto de acompanhar seu blog. No começo desse ano descobri uma história do passado da minha avó que tem relação com o povo cigano. Desde então resolvi me aproximar dessa encantadora cultura. Um dia, em uma feirinha de artesanato, vi a venda uma imagem de Santa Sara Kali. Me veio o desejo de levá-la para casa, e assim fiz. Precisava colocá-la em algum lugar, pensei em fazer um altar cigano, mas não tinha espaço na minha casa. Então decidi colocá-la em um oratório, que eu mesma fiz. Encontrei um cantinho para por esse oratório, decorei seguindo minha intuição e coloquei alguns elementos também intuitivamente (punhal, perfume, cristais, incenso, vela, taça com água, arroz, moedas). É um cantinho que me faz sentir bem, uma forma de me remeter a minha ancestralidade, minha avó, sintonizar comas energias ciganas... Pena que nem todo mundo entende. Meu marido chamou de macumba, e meu irmão, católico ferrenho, disse que eu estou idolatrando uma imagem... É isso! Gostei do post, queria desabafar. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Adorei a abordagem, farei em breve me altar. Gosto muito da cultura cigana.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Flores de Lis... prá você!